sexta-feira, 22 de julho de 2011

Helena Kolody - Emigrante

EMIGRANTE

Arfa no porto o mar.
Soluça dentro dalma do emigrante
o longo silvo do navio em despedida.
Treme, na lágrima do olhar
a paisagem da pátria.

O apelo fascinante do mar
acorda seu desejo de aventura,
o anseio de partir
em busca duma terra prometida.

Quem dilacera assim,
entre a saudade e a esperança,
o coração do emigrante?
É a vida.... é a vida...é a vida....

Helena Kolody

Um comentário:

  1. achei muito ruin!!!
    esse texto é uma porcaria!!! :P

    ResponderExcluir